História do Carnaval da Nazaré: Os Sustos

0
Want create site? With Free visual composer you can do it easy.
E assim começamos com uma rubrica que já temos vindo a falar no Facebook e também já foi publicada aqui no blog, que se prende com a História do Carnaval da Nazaré. O primeiro grupo a merecer tal distinção (porque também eles divulgaram a sua história) é nada mais nada menos que “Os Sustos”. Sem mais demoras, vamos então saber um pouco mais sobre a origem deste grupo, que é dos mais antigos no Carnaval da Nazaré.

“Com os amigos nunca se perde tempo, ganha-se amizade”

Longe vai o ano de 1978. À data um grupo de jovens, na irreverência da época, sob a dinâmica da idade e imbuídos no amor comum ao gozo do Carnaval, decide juntar-se, e com base na amizade e nas já muitas experiências vividas, formar um grupo de Carnaval. Nasce assim o Grupo Carnavalesco “Os Sustos”.

Nem sempre a vivência foi fácil. Muitas vontades, muitos pensares e orientações, muitas tendências, muitas direcções. Contudo, um só objectivo: dignificar a causa do Entrudo, dignificando o Grupo. Sem desvios…

Com muitas adesões de ocasião, sem discriminação de qualquer espécie, os bons acabam sempre por ficar. O núcleo duro subsiste apesar de muitos afazeres. Em 1985, dos 22 elementos do Grupo, 19 tinham vida activa em colectividades e outros 3 andavam ao Mar… hoje ainda é assim, de uma maneira ou de outra!

O que são no fundo os “Sustos”?
Definitivamente, os Sustos são um produto made in Carnaval nazareno, misto de inspiração, devoção e reflexão à causa do Entrudo, cuja personalidade bem marcada e espírito crítico levam a que gozem no seu próprio mundo. Pragmático q.b., tolerante e bonacheirão com o seu semelhante. Orgulha-se do passado, cumpre o presente e tem o futuro presente no horizonte. Para um Susto, o domingo gordo é a manhã, a banda infernal é no dia do arroz de feijão e chaputa frita. No entanto, mais importante que tudo é a nossa filosofia: “Com os amigos nunca se perde tempo, ganha-se mais amizade“.

Hoje, 35 anos passados, podemos dizer, valeu a pena. Temos em cada folião, um amigo. Temos com todos os grupos a melhor relação de cordialidade e respeito. Queremos melhorar com as instituições e contribuir humildemente para a melhoria do nosso carnaval. Sem pretensiosismo ou falsas modéstias, lutamos ano após ano para sermos uma referência, uma voz que exprime opiniões e aponta o que vai mal. Outra das nossas divisas de que nunca prescindiremos!

Por tudo isto, somos o que somos. Pertencemos à História do Carnaval da Nazaré. Épica e gloriosa. Feita de muitos Carnavais passados. Mas o futuro é já ali. E é esse que fazemos questão em ajudar a ser grandioso e risonho. Porque a Nazaré merece…

Texto de: António Freire

Também queremos a história do vosso grupo! Queremos saber mais sobre a origem e a História do Carnaval da Nazaré! 
Envie email para: [email protected]

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.



  • PARTILHA!