Marchas 2017: Bastionas 2017

0

“Bastionas 2017”

Tou faltinha do mê cérbre
Mas quem é esta deslenbida?
Àrrebelar-se quemó pirum
Cu cabele xê de Nestum
À melheres olhá nha vida!

Vê práqui dar fé de tude
Des’cria ser uma Bastiona
Pas parecenças não há truque
E essa cara de batuque
Tod’ármada em refilona

Toma lá anda
Na crias tu mai nada
Mar te assombrasse
Chegavas e eras rainha

Toma lá anda
Agarra já a bossa
Bastiona só há uma
Sou eu e mai nenhuma

Letra: Pedro Lucas
Música: Nuno Abelha
Cantam: Nuno Estrelinha e Pedro Lucas

DOWNLOAD: Clique aqui!




  • PARTILHA!