Marchas 2015: Trolitêres 2015

0

“Trolitêres 2015”

Nos Trolitêres
Aquilo que vão ouvir
Até dá vontade de rir
É um espetáculo!
Com presidente
Que faz trapaça acamada
Mas ele na manda nada
É um espetáculo!
E há Trolitêres
Que sofrem dos corações
Mas comem como leões
É um espetáculo!
Mas temos pena
Do Jorge dos Vales do Lime
Só come um galo sozinho
É um espetáculo!
Refrão
Nos Trolitêres
Semes todos uns santinhes
Tá a perrada acamada
Anda tud’á órrechada
No Entrude é só bêjinhes
Mas qualquer dia se na sóberem d’agente
Há de ser do má baril
Houve uma guerra cevil
Fomes prêses p’Álcoentre
É bom de ver
Não há nada que saber
É um prazer ser Trolitêr
É um espetáculo!
Temes de tude
Até pessoas bem finas
Mas têm línguas servinas
É um espetáculo!
É uma riqueza
Só queremos é boa mesa
Com cozido à Portuguesa
É um espetáculo!
Depois nas contas
Pa receber o dinhêr
É sempre o mesme tesourêr
É um espetáculo!
Letra: José Luís Faísca
Música e Canta: Mário João Estrelinha



  • PARTILHA!